Usina Cavernoso II

A Pequena Central Hidrelétrica Cavernoso II tem capacidade instalada de 19 MW com garantia física de 10,6 MW médio. Com investimentos estimados em cerca de R$ 120 milhões, a usina foi construída no rio Cavernoso, entre os municípios de Virmond e Candói, Região Centro-Sul do Paraná.

A obra de Cavernoso II representa a retomada da construção de pequenas centrais hidrelétricas pela Copel, empresa que sempre foi referência nacional na implantação de grandes aproveitamentos hidroenergéticos no Paraná. A usina construída a cerca de 500 metros da barragem existente da antiga PCH Cavernoso, em funcionamento de acordo com a vazão da nova PCH. No dia 26 de abril de 2013, a ANEEL liberou a operação em teste das três unidades geradoras do empreendimento.


A PCH Cavernoso II entrou em operação comercial a plena capacidade em 4 de julho de 2013. Em agosto de 2013, a PCH comercializou 7,6 MW médios no Leilão de Energia Nova da Annel.

Informações técnicas

A nova usina tem barragem de terra – vertedouro soleira livre em concreto convencional – com aproximadamente 520 metros de comprimento e altura máxima de 18 metros. No circuito hidráulico, ou seja, o caminho da água até a casa de força – foram instaladas três unidades geradoras de 6,5 MW cada – sendo constituído por um canal de adução com 580 metros seguido de um túnel com cerca de 250 metros de comprimento e 6 metros de diâmetro.

O reservatório da PCH Cavernoso II ocupa uma área de cerca de 43 hectares. Além disso, há também uma Área de Preservação Permanente, que é mantida pela Copel, de 56 hectares.

Para mais informações sobre a usina, acesso a relatórios e estudos ambientais ou cópias de licenças, entre em contato por e-mail: comunicacao.get@copel.com.