Copel apoia agricultura familiar durante a pandemia

Publicado em 16 de junho de 2020

(Foto: Copel)

Com mais pessoas fazendo suas refeições em casa em função do home office, ganhou força a adesão ao ConsumAtor, programa de compra de produtos orgânicos diretamente de pequenos agricultores certificados. Os fornecedores registraram um aumento de 15% no volume semanal de sacolas adquiridas. O programa funciona desde 2010, quando foi concebido por técnicos da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado do Paraná.  

Segundo o coordenador do grupo da Copel em Curitiba, Alexandre Húngaro da Silva, hoje o ConsumAtor conta com cerca de 150 participantes regulares nos pólos de Curitiba e Cascavel, onde as entregas acontecem semanalmente, atendendo os protocolos de segurança recomendados pelos órgãos de saúde; e em Londrina, onde os produtos continuam sendo entregues por drive-thru. 

Hortas Comunitárias 

(Foto: Copel)

Outro programa corporativo da Copel que incentiva os hábitos alimentares saudáveis é o Cultivar Energia, que propicia a montagem hortas comunitárias em imóveis sob as linhas de transmissão e distribuição. Ele acaba de completar seis anos somando mais de 15 mil metros quadrados de área plantada e cerca de 150 famílias atendidas em Cascavel, Maringá, Ponta Grossa e Curitiba. A ação é uma parceria entre a Copel e as prefeituras, que contribui para a segurança alimentar e a geração de renda das pessoas cadastradas para usar. 

Compostagem e mudas 

Por meio do projeto Vilas Sustentáveis, a Copel promove a separação de resíduos, recolhimento e compostagem do material orgânico de toda a Vila de Faxinal do Céu, em Pinhão, na região da Usina Governador Bento Munhoz da Rocha Netto. O composto orgânico gerado nesse processo é usado para a produção de mudas florestais, que são doadas para pequenos agricultores da região. Somente em 2019, foram doadas 1.330 mudas para agricultores e instituições que os representam, a maior parte de erva-mate, que futuramente pode gerar renda. 

Melhores condições 

(Foto: Copel)

A Copel também selecionou projetos de incremento às atividades produtivas da agricultura familiar e do manejo sustentável em municípios que tiveram as áreas alagadas pelo reservatório da Usina Hidrelétrica Colíder, no Mato Grosso. Instituições sem fins lucrativos que representam os agricultores estão recebendo materiais, equipamentos e veículos para auxiliar nas tarefas de preparo do solo, otimização do tempo de trabalho das famílias e aumento da capacidade produtiva.  

ODS  

As atividades da Copel que promovem consumo e agricultura sustentáveis estão totalmente alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015, composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. 

A Copel se comprometeu com os ODS em 2016 e tem realizado muitas ações envolvendo todas as suas subsidiárias em prol da Agenda 2030. 

Pacto Global é uma iniciativa da ONU cujo propósito é engajar as empresas de uma forma efetiva nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Combate à Corrupção, para que, junto a outros atores sociais, contribuam com a construção de uma economia global mais inclusiva e sustentável. Para tanto, foram estabelecidos dez princípios, os quais atualmente dialogam diretamente com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e que devem ser alinhados à estratégia das companhias que aderem ao Pacto Global.